HOMENAGEADO

CIDADÃO BENEMÉRITO DA LIBERDADE E DA JUSTIÇA SOCIAL JOÃO MANGABEIRA

CARLOS GERALDO D´ANDREA ESPINHEIRA (POST MORTEM)

Legislatura: 17 - 2011/2015
Parlamentar: Não
Forma de entrega: A terceiro
Pessoa de recebimento:
Data da sessão: 28/11/2014
PROPONENTE(S) DA HOMENAGEM
JOSE ALVARO FONSECA GOMES

DADOS DA BIOGRAFIA

Nome: Carlos Geraldo D´Andrea Espinheira (Post Mortem)
Profissão: Sociólogo, Professor e Escritor
Nascimento: 20/05/1946, Poções, Bahia
Falecimento: 17/03/2009
Filiação: Ruy Alberto de Assis Espinheira e Iracema D´Andrea Espinheira
Sexo: Masculino
Cônjuge: Ita Marina Espinheira
Personalidade Política: Não
FORMAÇÃO EDUCACIONAL Formou-se em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia, UFBA, 1970, mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia, 1975. Doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.
ATIVIDADE PROFISSIONAL Cronista da Tribuna da Bahia, 1969-1981 e copidesque e editor, 1974-1980. Pesquisador do Centro de Recursos Humanos e professor adjunto da UFBA, sociólogo e professor. Trabalhou no Centro de Recursos Humanos da Faculdade de Filosofia da UFBA. Líder do grupo de pesquisa "Cultura, cidade e democracia: sociabilidade, representações e movimentos sociais urbanos". Consultor do planejamento estratégico participativo de Ação do Centro de Formação do projeto Axé. Desenvolveu diversos projetos e pesquisas e foi parceiro do Ministério Público no Programa de Redução dos Danos Sociais nos Bairros do Subúrbio Ferroviário- RDS, em Salvador. Chefe do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA. Trabalhou na extensão da Faculdade de Medicina da UFBA, 1990 a 1995 e no Centro de Estudos e Terapia do Abuso de Drogas - CETAD. Participação em orientação de mestrado, doutorado e iniciação cientifica, cursos, palestra, seminários, bancas de mestrado, doutorado, exame de qualificação, trabalho de conclusão do curso e concurso, consultoria, oficinas dentre outras. Diretor do IAPAZ - Instituto de Estudos e Ação pela Paz com Justiça Social. Participou das edições do Fórum Social Mundial em Porto Alegre, 2005 e Nairóbi, no Quênia, 2007 e no Fórum Social das Américas, na Guatemala, 2008.
CONDECORAÇÕES Contemplado com o prêmio outorgado pelo Ministério Publico estadual o Prêmio J.J. Calmon de Passos(post mortem) - Medalha do Mérito do Ministério Publico (post mortem); Titulo de Cidadão de Salvador, pela Câmara Municipal, 2003; Menção Honrosa Prêmio Jaime Wright de Direitos Humanos, 2005; homenageado pelo Fórum Comunidade de Combate à Violência - FCCV, a Pró-Reitória de extensão da UFBA... E o Fundo das Nações Unidas para a Infância - UNICEF, promoveram, no encerramento das atividades do FCCV, em 2008, uma homenagem a Gey.
OBRAS E TRABALHOS Os limites do indivíduo: mal-estar na racionalidade, os limites do individuo na medicina e na religião; Relógio da Torre (vencedor no gênero na 2a. Edição do Concurso Literário Bahia de Todas as Letras da Editora - EDITUS, da Universidade Estadual de Santa Cruz - Ba; Metodologia e prática do trabalho em comunidade EDUFBA, 2008; sociedade do medo; livro- diagnóstico sob sua coordenação "Sociedade e Violência- criminalidade no cotidiano de vida dos moradores do Subúrbio Ferroviário de Salvador". "Divergência e prostituição uma analise da comunidade prostitucional do Maciel" (dissertação), "Mal-estar na racionalidade: os limites do indivíduo na medicina e na religião" (tese).
INFORMAÇÕES ADICIONAIS: Conhecido como Gey Espinheira.

Compartilhar: