Terça-feira , 28 de Janeiro de 2020

MÍDIA CENTER

Exposição de quadros mostra técnica inovadora

Publicado em: 04/10/2006 00:00
Setor responsável: Diário Oficial

Depois das imagens dos santos católicos é a vez dos orixás. Dando seqüência às mostras de artistas plásticos baianos, a Assembléia Legislativa está expondo agora o trabalho de Ed Ribeiro, que vem se tornando conhecido no cenário cultural com uma nova técnica criada por ele e que mistura pintura impressionista com abstrata. Ao todo, Ed tem 24 trabalhos no hall de entrada da AL (Saguão Josaphat Marinho) – 23 deles em tinta óleo e um mosaico, técnica que ganhou notoriedade com o artista baiano Bel Borba.

A grande maioria dos quadros expostos retrata os orixás. Entretanto, algumas das obras, mais abstratas, tratam de temas variados como o buraco na camada de ozônio, o Farol da Barra visto de um ângulo todo especial e até um coração partido. Mas a predileção maior de Ed é mesmo retratar as entidades do culto afro-religioso, dentre elas Iansã, sua orixá preferida. Contudo, na exposição da AL, podem ser vistos também Iemanjá, Ogum e Oxalá, dentre outros orixás.

Todos eles foram pintados de uma forma toda especial e inovadora. A técnica criada por Ed Ribeiro há cerca de um ano não tem ainda nome, mas já o levou a expor seu trabalho em Nova York. Inspirada no polêmico e irrequieto artista plástico americano Jackson Pollock, cuja vida tumultuada acabou marcando profundamente a história da arte moderna, a técnica consiste em “derramar” a tinta pelas telas, sem o auxílio de pincéis e espátulas, e nem mesmo das mãos. Mas, diferentemente de Pollock, Ed Ribeiro busca dar forma nessas obras com o auxílio de métodos que ele mesmo criou.

Acho que foi uma inspiração vinda de Deus”, diz, contando que só começou a pintar há cerca de um ano e quatro meses. Ele revela que a técnica surgiu por acaso. “Eu tinha um quadro inacabado, resolvi jogar as tintas por cima e fui trabalhando até que ganhou a forma de um animal”, relata Ed, lembrando que depois de pronto o quadro recebeu muitos elogios. Ele, então, foi aperfeiçoando a técnica, que acabou ganhando notoriedade no meio artístico. Quem quiser conhecer um pouco mais do seu trabalho pode visitar o site www.edribeiro.com.br



Compartilhar: