Segunda-feira , 18 de Novembro de 2019

MÍDIA CENTER

PRESIDÊNCIA Nelson Leal representa Poder Legislativo nas comemorações da Batalha Naval do Riachuelo

Publicado em: 12/06/2019 00:00
Setor responsável: Notícia

VanerCasaes/AgênciaALBA
O deputado Nelson Leal representou a Assembleia Legislativa na solenidade comemorativa do transcurso do 154º aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, data magna da Marinha do Brasil, importante passo para a vitória brasileira e de seus aliados na Guerra do Paraguai. Ele foi uma das autoridades civis que participaram da cerimônia de entrega da medalha da “Ordem do Mérito Naval”, ocorrida no Forte de Santo Antônio da Barra.

O presidente da ALBA destacou a importância da batalha – ocorrida na foz do Riachuelo, afluente do Rio Paraná, próximo à cidade argentina de Corrientes –, na luta pela defesa da soberania nacional no contexto da Guerra da Tríplice Aliança. Na solenidade militar, o deputado Nelson Leal frisou que “estava honrado” por reverenciar um episódio de enorme relevância para a salvaguarda da soberania do país, bem como para a história do Brasil.


Ele salientou também o papel constitucional da Marinha do Brasil na proteção dos interesses nacionais, na preservação do meio ambiente marinho e do policiamento da costa brasileira, da ordem de 7.500 quilômetros de extensão. Como se trata de um litoral recortado por ilhas marítimas, esta área chega a cerca de 9.200 quilômetros de extensão. Além do presidente da ALBA e do anfitrião, o vice-almirante Marcelo Francisco Campos, participaram da cerimônia o comandante da 6ª Região Militar, general de divisão, Marcos André da Silva Alvim; o comandante da Base Aérea de Salvador, coronel aviador Ivan Lucas Karpischin; o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa – representando o governador Rui Costa – e outras personalidades.


O vice-almirante Marcelo Francisco Campos comentou destacou a importância de celebrar a Batalha do Riachuelo, ocorrida em 11 de junho de 1865, como forma de estabelecer uma ligação entre os heróis do mar do passado com o corpo de marinheiros do presente. “Foram homens que deram as suas vidas lutando em defesa da Pátria. São exemplos que vão influenciar sempre”, observou.
Na solenidade, foi executado o Hino Nacional Brasileiro e aconteceu uma salva de 17 tiros disparados pela Corveta Caboclo, fundeada no mar da Barra, além da leitura da mensagem do presidente da República, Jair Bolsonaro, e a leitura da Ordem do Dia nº 3/2019, escrita pelo comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior. 


Riachuelo é considerada pela Marinha do Brasil o maior conflito armado ocorrido na América do Sul. Na ordem do dia foi lembrado que na saga da batalha Naval do Riachuelo, a esquadra liderada pelo Almirante Francisco Barroso da Silva, travou o heroico e intenso combate, que resultou na morte do guarda-marinha Greenhalgh, do imperial-marinheiro Marcílio Dias, entre outros, personagens da história nacional.


Compartilhar: