Quarta-feira , 11 de Dezembro de 2019

MÍDIA CENTER

DIRETO DO PLENÁRIO - Deputados registram passagem do dia do Nordestino

Publicado em: 08/10/2019 21:16
Setor responsável: Notícia

PauloMocofya/AgênciaALBA
O horário reservado ao pequeno expediente da sessão desta terça-feira (8), na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), foi utilizado, entre outros temas, para celebração da memória e trajetória de ilustres personalidades baianas, como o ex-deputado Paulo Jackson e o mestre Moa do Katendê.


A deputada Olívia Santana (PC do B) usou a tribuna para falar do aniversário de um ano da morte de Romualdo Rosário da Costa, conhecido como Mestre Moa do Katendê, que foi um compositor, percussionista, artesão, educador e mestre de capoeira. Ele foi morto em uma discussão política em Salvador, no ano passado. “Precisamos celebrar a memória do mestre e o legado por ele deixado”, disse a parlamentar, que informou ter apresentado um projeto de lei propondo a inclusão da capoeira como atividade complementar nas escolas baianas. O deputado Jacó Lula da Silva (PT) também lamentou a morte do mestre de capoeira e afirmou que um “crime de ódio” tirou a vida de uma pessoa “respeitada por todos e todas que o conheciam”.

O deputado Marcelino Galo, líder do PT na ALBA, registrou que a família do ex-deputado petista Paulo Jackson fará doação do acervo do político, natural de Caetité, à Fundação Pedro Calmon, nesta quarta-feira (9), às 18 horas, na Biblioteca dos Barris, em Salvador. O parlamentar exaltou a trajetória de Paulo Jackson, falecido em 2000, e a riqueza do material iconográfico, textual, impresso e sonoro que será cedido. “Conheci Paulo no Sindicato dos Engenheiros, de onde ele saiu para fundar o Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto (Sindae). Foi um dos melhores quadros do Partido dos Trabalhadores”, disse Galo, lembrando de sua luta contra a privatização da Embasa. 

Eduardo Alencar (PSD) destacou a informação de que a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) vai realizar uma licitação para ampliar o abastecimento de água em distritos de Mundo Novo e Piritiba. De acordo com o legislador, o serviço vai beneficiar cerca de 20 mil pessoas na região. 

O deputado Tiago Correia (PSDB) saudou o Dia da Guarda Municipal, comemorado em 10 de outubro. O parlamentar destacou que na mesma data será realizado, em Salvador, um ato comemorativo dos 11 anos de criação da Guarda Civil da capital baiana. “Essa instituição vem sendo cada vez mais respeitada em Salvador, cada vez mais solicitada e querida pela população”, elogiou.

O líder da minoria, Targino Machado (DEM), mesmo observando não ser de sua prática usar da dor alheia para fazer proselitismo político, narrou a entrevista de uma mãe parturiente a uma rádio de Feira de Santana, em que apela para regulação de sua bebê, de apenas 15 dias, que corre risco de morte após ser diagnosticada com cardiopatia congênita complexa. “É triste saber que tem centenas de crianças, às vezes recém-nascidas, aguardando uma cirurgia cardíaca”, desabafou o democrata, chamando a atenção do secretário estadual de saúde, Fábio Vilas-Boas, do governador Rui Costa, além de outras autoridades municipais.

A deputada Fabíola Mansur (PSB) falou, em seu discurso no grande expediente, do Dia do Nordestino, que é comemorado em 8 de outubro em todo o país. “É uma data criada para celebrar a diversidade cultural, religiosa e folclórica dessa região. Celebramos, também, a resistência do povo nordestino à seca, à fome, ao descaso, à invisibilidade, aos desinvestimentos, que são seculares”. Em um aparte, o deputado Zó (PC do B) fez coro ao apelo da parlamentar socialista e lembrou que a história do Brasil “mostra a capacidade do nordestino de se reinventar” diante das dificuldades cotidianas.


Compartilhar: