Sexta-feira , 15 de Novembro de 2019

MÍDIA CENTER

Projeto de Talita prevê "salas de descompressão" em hospitais

Publicado em: 07/11/2019 17:50
Setor responsável: Notícia

Divulgação/AgênciaALBA
Concebidas como espaços que as empresas oferecem aos colaboradores para que se desconectem um pouco do trabalho, as chamadas salas de descompressão promovem um tempo de relaxamento para que eles voltem a suas atividades revigorados. Agora, a deputada Talita Oliveira (PSL) quer levar esses espaços para todos os hospitais públicos e privados da Bahia. Projeto de lei apresentado por ela na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) torna obrigatório a implantação das salas de compreensão nas unidades de saúde.

“Os profissionais da saúde normalmente enfrentam jornadas extensas, tendo um grande número de horas seguidas trabalhadas e acúmulo de horas extras, situação esta que aumenta demasiadamente a permanência do indivíduo no ambiente hospitalar”, argumentou Talita, ao justificar a proposição. Para a parlamentar, em que pese o claro amor à profissão destes profissionais, eles são responsáveis pelo atendimento a pacientes em situação de debilidade, com problemas de saúde e, extremamente, fragilizados, “de forma que a carga trabalho, além de extensa, é psicologicamente cansativa”. 

De acordo com a deputada, o resultado destes fatores são inúmeros afastamentos de funcionários por questões psicológicas, como estresse e depressão. Por isso, acredita, é fundamental implantar estruturas de acolhimento aos trabalhadores. “É necessário, ainda, ressaltar que as Diretrizes da Política Nacional de Promoção da Saúde do Trabalhador do Sistema Único de Saúde (SUS), em seu parágrafo primeiro, determinam que deve haver atenção à melhoria das condições de saúde do trabalhador”, lembrou. 

Talita Oliveira pontuou ainda que os espaços também promovem a interação entre os profissionais, facilitando e melhorando o relacionamento interpessoal no ambiente de trabalho. “Dessa forma, a instalação de salas de descompressão nos hospitais públicos e privados da Bahia é prática que se faz extremamente necessária com vistas a melhorar o ambiente de trabalho dos profissionais de saúde baianos”, concluiu.


Compartilhar: