Quinta-feira , 14 de Novembro de 2019

MÍDIA CENTER

Neusa Cadore pretende instituir o Dia Estadual de Combate e Prevenção da Hanseníase

Publicado em: 08/11/2019 19:38
Setor responsável: Notícia

Divulgação/AgênciaALBA
Como forma de fortalecer as ações educativas à população, conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce e a necessidade de se combater o preconceito, a deputada Neusa Cadore Lula (PT) apresentou o Projeto de Lei 23.623/2019, instituindo o Dia Estadual de Combate e Prevenção da Hanseníase e o Janeiro Roxo.

A parlamentar ressalta que todos os anos, no último dia do referido mês, os órgãos de saúde e a sociedade civil vêm identificando o Janeiro Roxo como um período de informações, tratamento, controle e prevenção da doença. Cadore revela dados da Secretaria estadual da Saúde que, no ano passado, anotou 148 casos de hanseníase em menores de 15 anos, “considerado alto para os parâmetros nacionais, evidenciando a necessidade de uma intervenção de vigilância mais efetiva”. 

Apesar de ser uma doença de pele, explica a legisladora, a hanseníase pode afetar também os olhos, os nervos periféricos e, eventualmente, outros órgãos. Neusa diz ainda que a doença “pode provocar graves incapacidades físicas, se o diagnóstico demorar ou se o tratamento for inadequado”.

Segundo a presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Casa Legislativa, o contágio ocorre por meio de contato contínuo com paciente não tratado, através de secreções e gotículas do nariz, ou da saliva. “Os primeiros sinais são manchas claras, róseas ou avermelhadas no corpo, que ficam dormentes e sem sensibilidade ao calor, frio ou toque”, encerra a parlamentar, que solicita aos pares o apoio para esta iniciativa, “importante para que a Lei passe a integrar o calendário estadual”.


Compartilhar: