Quinta-feira , 27 de Fevereiro de 2020

MÍDIA CENTER

DIRETO DO PLENÁRIO

Publicado em: 27/01/2020 21:29
Setor responsável: Notícia

Divulgação/AgênciaALBA
Nesta segunda-feira (27), a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) realizou mais uma sessão ordinária dentro do período de convocação extraordinária feita pelo governador Rui Costa (PT). Durante o pequeno expediente, os parlamentares se revezaram na tribuna do plenário para tratar de assuntos como segurança pública, cultura, previdência social, dentre outros assuntos relacionados aos interesses da Bahia.

Kátia Oliveira (MDB) lamentou mais um caso de feminicídio, ocorrido nesse final de semana em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), onde Mariene Menezes de Oliveira morreu depois de ser atropelada pelo ex-marido. A deputada solidarizou-se com familiares e amigos da vítima e defendeu, entre outras ações, a ampliação da Ronda Maria da Penha e a instalação de novas delegacias especializadas no atendimento à mulher (Deam). 

Fabíola Mansur (PSB) exaltou manifestações culturais da última semana, entre elas a entrega do Troféu Ujamaa, do bloco Olodum, que homenageou mulheres que se destacaram na promoção da cultura afro-brasileira. A socialista também ressaltou a tradicional Lavagem da Esquina do Padre e o Carnaval da Diversidade, eventos populares da cidade de Caetité, além dos festejos no distrito de Nagé, em Maragojipe, em louvor ao Senhor do Bonfim.

Presidente da Comissão dos Direitos da Mulher na ALBA, a deputada Olívia Santana (PC do B) também lamentou as ocorrências de novos casos de feminicídio na Bahia, a exemplo da morte de uma mulher na cidade de Simões Filho. “É repugnante ver que, em pleno século 21, um homem inconformado com o fim de um relacionamento pegue um carro, atropele e mate a sua ex-companheira”. 

O deputado Pastor Tom (PSL) subiu à tribuna para manifestar seu posicionamento a respeito do projeto de lei votado no último dia 15 a respeito de alterações na carreira de policiais e bombeiros militares do Estado da Bahia. “Eu não estava na Casa no momento da votação, mas discursei antes dizendo que meu voto era contrário”, afirmou. O parlamentar também pediu apoio dos colegas legisladores para debater a cobrança feita pelo Estado aos times baianos pela presença de policiais militares em partidas de futebol.

Hilton Coelho (Psol) voltou a criticar a PEC que altera as regras da aposentadoria dos servidores públicos do Estado da Bahia, antecipando seu voto contrário à proposta governamental. Segundo o parlamentar, além da falta de diálogo com as categorias envolvidas, o Executivo não disponibiliza os dados atuariais que embasaram o projeto. O parlamentar também se associou aos que se opõem ao fechamento do Colégio Estadual Odorico Tavares.

O deputado Alex Lima (PSB) fez duras críticas ao serviço prestado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A. (Embasa) a municípios do Litoral Norte e Agreste Baiano. O socialista relatou que o interrompimento constante no abastecimento de água em Rio Real, Esplanada, Acajutiba e Aporá vem causando muitos transtornos à população.

O deputado Tiago Correia (PSDB), presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e Relações de Trabalho, também levou ao plenário queixas a respeito do serviço prestado pela Embasa. Em seguida, voltou a manifestar preocupação com os casos de violências registrados em propriedades rurais no interior da Bahia, a exemplo dos furtos e roubos de gados. Correia registrou ainda a realização do primeiro workshop sobre segurança rural, que acontecerá em Vitória da Conquista no dia 11 de março.

O deputado Robinson Almeida (PT) saudou o povo de Santo Amaro, que festejou, neste domingo (26), mais uma edição da tradicional lavagem das escadarias da igreja matriz da cidade. “É uma festa de grande participação popular, que mantém Santo Amaro no calendário das grandes festas populares da Bahia. Estive lá e pude ver a energia do povo nas ruas em uma grande mobilização de alegria, saudando a sua religiosidade e mantendo viva a cultura santamarense”.


Compartilhar: