MÍDIA CENTER

Caminhoneiros precisam de suporte para rodar e entregar mercadorias essenciais

Publicado em: 27/03/2020 22:53
Setor responsável: Notícia

A deputada Talita Oliveira (PSL) apresentou indicação, na Assembleia Legislativa, endereçada aos prefeitos baianos e ao governador Rui Costa, solicitando a adoção de providências de assistência aos caminhoneiros, profissionais essenciais ao livre trânsito de mercadorias e, portanto, do abastecimento das cidades. A parlamentar encaminhou a sua indicação também aos ministros de Infraestrutura e da Justiça e Segurança Pública, Tarcísio Gomes de Freitas e Sergio Moro, para que no âmbito de suas pastas também garantam aos motoristas as condições para continuar rodando.

 

Para ela, esta é uma atividade crucial em qualquer momento da vida nacional, que ganha importância ainda maior nessa crise de dimensões ainda desconhecidas, sendo necessário que o poder público em todas as suas instâncias adote como prioridade medidas de assistência aos caminhoneiros  no território da Bahia – pois são eles os responsáveis pela distribuição de alimentos e medicamentos e todos os itens necessários à população, inclusive dos itens usados para a prevenção e contenção da propagação do Covid-19. 


RELATOS 


A deputada informa que utilizou como base para a elaboração da indicação protocolada junto à Secretaria Geral da Mesa da ALBA os relatos de motoristas de caminhão em todo o Brasil sobre o fechamento absoluto de diversos municípios, bem como de decretos estaduais e/ou municipais exarados com o intuito de conter o coronavírus, determinando o fechamento de serviços essenciais às atividades dos caminhoneiros – tais como oficinas mecânicas, borracharias e serviço de alimentação e higiene pessoal nas rodovias. 


Ela esclarece que a sua proposição tem como objetivo garantir que tais serviços à classe dos caminhoneiros sejam mantidos, pois é “com seu bravo esforço que o abastecimento prossegue em todo o território baiano, pilar elementar ao combate dos prejuízos humanos, sociais e econômicos gerados a partir a pandemia do Covid-19”. Na indicação, a deputada Talita Oliveira sugere ainda a revogação de todas as eventuais medidas de proibição e, por conseguinte, a garantia do funcionamento de serviços essenciais aos caminhoneiros, tais como os já citados oficinas mecânicas, borracharias e serviços de alimentação em rodovias. 


Ela defende também a suspensão da cobrança das tarifas de pedágio das rodovias federais e estaduais na Bahia, exclusivamente para os caminhoneiros, enquanto durar o estado de calamidade pública e a “realização de instruções acerca dos métodos preventivos e distribuição de kit de insumos composto por álcool gel, luvas e máscaras descartáveis, nos postos da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Rodoviária do Estado Bahia, aos caminhoneiros”. 


Para a deputada, a aplicação das sugestões constantes da indicação “é de grande importância para toda a população baiana, pois trata-se da manutenção em funcionamento de uma atividade absolutamente essencial, portanto, conta com a compreensão dos dessa proposição para impedir o colapso de algumas cadeias de suprimentos em decorrência de medidas que restrinjam o tráfego de caminhões em nosso estado”. A deputada Talita Oliveira espera que o texto seja brevemente encaminhado pela Mesa Diretora para todas as autoridades. 



Compartilhar: