Quarta-feira , 03 de Junho de 2020

MÍDIA CENTER

Bancada do PT reverencia memória de Paulo Jackson

Publicado em: 22/05/2020 22:20
Setor responsável: Notícia

A bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Assembleia Legislativa registrou o 20º aniversário de morte do ex-deputado Paulo Jackson, ocorrida em Morro do Chapéu, em 19 de maio de 2000. Os dez parlamentares que compõem a legenda ressaltaram que ele, durante toda a vida, “lutou pela liberdade, pela democracia, pela decência na gestão pública e pelo povo da Bahia”. O texto ressalta que a partida do parlamentar criou um vazio na política brasileira, “tão carente de grandes homens públicos nestes tempos sombrios e de retrocesso”.


Nascido em Caetité, na Região Sudoeste da Bahia, em 8 de junho de 1952, Paulo Jackson foi um “destacado deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores e valente líder da oposição ao grupo de Antônio Carlos Magalhães na Assembleia Legislativa da Bahia” e morreu de acidente no ônibus em que viajava a serviço do mandato.


Jackson era formado em engenharia pela Universidade Federal da Bahia e participou da reformulação do Sindicato dos Engenheiros em 1977, logo após deixar a faculdade. Delegado baiano da federação nacional da categoria, logo se engaja nos movimentos sociais e de resistência à ditadura militar. Foi um dos fundadores da Central Única dos Trabalhadores, onde foi também diretor na Bahia.


Foi também um dos fundadores do Sindae, após ingressar na Embasa, chegando à presidência do sindicato. Elegeu-se suplente de deputado estadual em 1991, vindo a ocupar mandato em 1993, tendo sido reeleito nos mandatos seguintes, até morrer em acidente viário, em 2000.

Após o falecimento, recebeu inúmeras homenagens, a exemplo do espaço destinado às galerias da Assembleia Legislativa da Bahia em 2000. Já em 2007 a estação ecológica e de tratamento Bahia Azul, em Salvador, foi renomeada passando a se chamar Parque Deputado Paulo Jackson. Na cidade de Itamaraju o deputado empresta seu nome a uma escola municipal.

Os nomes dos deputados que assinam a moção são os de Marcelino Galo Lula, líder da bancada do PT, Fátima Nunes Lula, Jacó Lula da Silva, Neusa Lula Cadore, Maria del Carmen Lula, Osni Cardoso Lula da Silva, Paulo Rangel Lula da Silva, Robinson Almeida Lula, Rosemberg Lula Pinto e Zé Raimundo Lula.




Compartilhar: