Terça-feira , 29 de Setembro de 2020

MÍDIA CENTER

Hilton propõe a criação de comissões nos hospitais para prevenir a Covid

Publicado em: 03/08/2020 21:31
Setor responsável: Notícia

Os profissionais de saúde da linha de frente no combate à Covid-19 estão pagando um alto preço - milhares foram infectados e há um número crescente de mortos entre eles. Para tentar reduzir o impacto da pandemia nesse segmento, o deputado Hilton Coelho (Psol) apresentou, na Assembleia Legislativa, projeto de lei que obriga as unidades de saúde do Estado a criarem comissões especiais para ações de prevenção ao contágio pela Covid-19.  

  

De acordo com a proposta, as comissões vão desenvolver ações para a prevenção e proteção do contágio da doença, a promoção e manutenção da saúde dos profissionais de saúde, limpeza, cozinha, manutenção, segurança e administrativos.  

  

Estabelece ainda que as instituições que já possuírem Cipa (Comissão Institucional de Proteção à Acidentes) instituída, ficarão livres da obrigatoriedade. Mas as duas comissões deverão atuar como meio complementar de controle, devendo, para esse fim, informar diariamente a Secretária da Saúde do Estado (Sesab).  

  

Ao justificar a proposição, Hilton Coelho lembrou que a melhor forma de evitar a propagação do vírus é, sem dúvida, a adoção, por parte do poder público e da população em geral, de medidas de isolamento das pessoas, evitando-se ao máximo o contato social, associada com ações profiláticas, como lavar bem as mãos, evitar o toque no rosto e diminuir os contatos físicos.  

  

“Os profissionais de saúde, contudo, não podem usufruir de medidas de isolamento e são cotidianamente os mais expostos nessa conjuntura”, afirmou o parlamentar. Isto porque, acrescentou ele, o seu local de trabalho está, direta ou indiretamente, ligado ao tratamento dos infectados pelo vírus, e mesmo nas unidades de saúde não voltadas exclusivamente para o atendimento dos portadores da Covid-19, continuam a realizar atendimento público, expondo-se aos assintomáticos  

  

Além disto, lamentou ele, as condições de trabalho dessas unidades nem sempre são as ideais. Os problemas vão desde a falta de equipamentos de proteção individual, passando pelas altas cargas de jornadas de trabalho que ampliam o sacrifício realizado e a exposição. Por conta disto, diz, cada vez mais se noticia na imprensa o aumento de casos de Covid-19 em trabalhadores de saúde.  

  

“Sem sérias medidas de controle, hospitais podem se tornar também centros de disseminação da doença”, alertou. Segundo Hilton, em diversos hospitais do Brasil profissionais de saúde têm sido infectados em massa e há um número crescente de mortos entre eles. No dia 20 de abril, acrescentou, a Sesab revelou dados sobre infectados na Bahia, e dessas 157 pessoas eram profissionais de saúde. “Tal situação é extremamente preocupante e deve ser devidamente monitorada pelo poder público e pela sociedade”, concluiu o deputado. 




Compartilhar: