MÍDIA CENTER

Falecimento de ex-secretário de Cultura consterna Fátima Nunes

Publicado em: 04/08/2020 21:05
Setor responsável: Notícia

A morte do ex-secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal, pegou a todos de surpresa. Querido por muitos, Portugal foi alvo de homenagens póstumas na Assembleia Legislativa. Por meio de uma moção de pesar pelo falecimento do professor e ex-apresentador do Aprovado, a deputada Fátima Nunes (PT) lamentou o ocorrido na noite de segunda-feira. 


“Que triste notícia! Lamento profundamente a passagem do ex-secretário estadual da Cultura, o professor Jorge Portugal. Uma pessoa muito querida, que nos deixa na noite deste dia 3 de agosto, por falência cardíaca aguda”, afirmou a petista. 


Segundo a deputada, Jorge Portugal sempre foi atuante nas áreas de educação e cultura. Além disso, ficou conhecido pelas obras voltadas para o estudo universitário, como o livro “Redação é assim”, adotado por cursos pré-vestibulares de Salvador. Portugal, no entanto, tornou-se ainda mais conhecido por ter apresentado o programa educativo de televisão “Aprovado”, transmitindo seus conhecimentos aos espectadores por nove anos. 


Nascido em Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo baiano, em 1956, Portugal iniciou sua trajetória acadêmica no curso de Letras pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), onde também estudou Psicologia. O educador também foi ex-secretário da Cultura da Bahia, entre 2015 e 2017. 


Compositor, Jorge Portugal ainda compôs letras de sucesso, como “Só se vê na Bahia”, escrita em parceria com Roberto Mendes, “A massa”, em parceria com Raimundo Sodré, e “Alegria da Cidade”, em parceria com Lazzo Matumbi, entre outras. 


“Neste momento de dor, deixo toda minha solidariedade, meu pesar, a sua esposa Rita Portugal, aos seus três filhos, Caetano Ignácio, Bárbara Bela e Thiago Dantas, aos outros familiares, amigos, alunos, conhecidos. Sua história de vida ficará para sempre em nossas memórias. Descanse em paz”, finalizou Fátima Nunes. 




Compartilhar: