MÍDIA CENTER

Roberto Carlos manifesta pesar pelo falecimento do poeta

Publicado em: 06/08/2020 23:08
Setor responsável: Notícia

A morte do poeta, professor e ex-secretário da Cultura baiano Jorge Portugal, aos 63 anos, na segunda-feira (3), vítima de falência cardíaca aguda, foi lamentada pelo deputado Roberto Carlos (PDT) em moção de pesar inserida na Ata dos trabalhos da Assembleia Legislativa. “A Bahia chora a sua partida. Quero manifestar a minha solidariedade aos seus familiares e amigos, em especial a sua esposa, Rita Vieira, e três filhos, o sociólogo Caetano Ignácio, a atriz Bárbara Bela e o jornalista Thiago Dantas”, declarou o parlamentar.


O documento assinado por Roberto Carlos destaca a trajetória de Portugal, nascido em Santo Amaro no dia 5 de agosto de 1956, e formado em Letras pela Universidade Federal da Bahia. “Portador de múltiplos talentos, Portugal foi professor de língua portuguesa, letrista poeta e compositor brasileiro. No cenário político, atuou como Secretário de Cultura da Bahia entre 2015 e 2017. Portugal também apresentou programas de televisão e rádio, sempre com temáticas relacionadas à sua principal atuação”.

O deputado lembrou também que músicas de Jorge Portugal marcaram gerações, “sempre declarando o amor pela Bahia”. Conseguiu projeção nacional em 1980, quando o parceiro Raimundo Sodré participou do Festival da Nova MPB 80, da Rede Globo, classificando A Massa, parceria de ambos. A música foi incluída no disco do festival ainda naquele ano, em que Raimundo Sodré também lançou o LP A Massa, pela gravadora Polydor. Nele foram incluídas, além da música-título, as canções Menino Triste, Vá pra Casa esse Menino, Viu?, Coió de Anália e Resistência, todas parcerias com Portugal. Ainda nesse disco, Raimundo Sodré incluiu Baião Pisado e Brasileira, Profissão Sonhar, ambas da dupla, com autoria dividida também com Roberto Mendes.

Por fim, Roberto Carlos recordou que Jorge Portugal se consolidou como apresentador, na televisão, ao liderar por nove anos na TV Bahia o programa educativo Aprovado, que tinha como público-alvo estudantes universitários.




Compartilhar: