MÍDIA CENTER

Ofício do TRE determinou a posse de ambos

Publicado em: 05/11/2020 23:43
Setor responsável: Notícia

O Mandato do agora ex-deputado Pastor Tom foi cassado pelo TSE no dia dois de junho e o do ex-deputado Targino Machado no dia seis de outubro. O motivo da cassação do Pastor Tom foi relacionado com a sua filiação partidária quando da inscrição para o pleito passado. Já o ex-deputado Targino Machado, que é médico militante, foi acusado de se beneficiar desse trabalho .
Conclusos os processos no âmbito do TSE, aquela Corte remeteu os acórdãos com a decisão para o Legislativo e para a instância estadual da Justiça Eleitoral, o TRE, que na última quinta-feira encaminhou ofícios a Assembleia Legislativa determinando o cumprimento daquela decisão e mandando empossar os dois primeiros suplentes das coligações atingidas pela troca de cadeiras. Esses documentos indispensáveis foram publicados no Caderno do Legislativo que circulou na última terça-feira, mesma edição em que os empossados foram convocados para assumir em ato previsto para começar às 8h.


Compartilhar: