MÍDIA CENTER

Jacó aplaude trabalho de dirigente da Central Única das Favelas da Bahia

Publicado em: 08/10/2021 07:40
Editoria: Notícia

Deputado Jacó Lula da Silva (PT)
Foto: Arquivo/ASCOM

O deputado Jacó Lula da Silva (PT) inseriu na ata dos trabalhos da Casa Legislativa uma moção de aplausos ao presidente estadual da Central Única das Favelas (Cufa-BA), Márcio Lima dos Santos, também coordenador das Cufas da Região Nordeste. O parlamentar relata que a liderança é executivo social e assistente social especialista em serviço social no sistema jurídico, com experiência no atendimento de grupos e comunidades em situação de vulnerabilidade, em programas sociais e no desenvolvimento de campanhas socioeducativas, alimentação, saúde e educação.

Além de atuar em diversos projetos direcionados à garantia do bem-estar coletivo nas favelas do estado, Márcio Lima é assistente de projetos da ONG americana "The Center for Afro Brazilian-American Cooperation", com sede em Washington, capital dos Estados Unidos. O legislador destaca que, depois de causar imenso impacto social e ser amplamente premiado em 2020, o Programa Mães da Favela, idealizado pela Central Única das Favelas, entra em uma nova fase, com o nome Mães da Favela 2021, tendo a finalidade de  mobilizar a sociedade a auxiliar as mães solos de favela no enfrentamento dos impactos da pandemia.

O Mães da Favela contempla, com uma bolsa de R$240, as mães solo moradoras desses territórios. No ano de 2020, cerca de 1,3 milhão de famílias foram atendidas, impactando mais de 5,5 milhões de pessoas, entregando quase 20 toneladas de alimentos e mobilizando quase R $170 milhões, em mais de 5 mil favelas de todo o Brasil. A entidade promove atividades nas áreas da educação, lazer, esportes, cultura e cidadania, como grafite, DJ, break, rap, audiovisual, basquete de rua, literatura, além de outros projetos sociais.

O autor da proposição esclarece também que a Cufa-BA promove, produz, distribui e veicula a cultura hip hop, através de publicações, discos, vídeos, programas de
rádio, shows, concursos, festivais de música, cinema, oficinas de arte, exposições, debates, seminários e outros meios. São estas, continua o deputado, as principais formas de expressão e servem como ferramentas de integração e inclusão social. O legislador cita ainda que entre os principais projetos da instituição estão o Hutúz Rap
Festival, maior evento de hip-hop da América Latina, bem como a LIBRA, Liga Internacional de Basquete de Rua, e a Taça das Favelas, maior campeonato de futebol entre favelas do mundo.

Durante a pandemia, a instituição criou o "Cufa Contra o Vírus", que arrecada doações de mantimentos e distribui para moradores. Somente na Bahia foram mais de 58 mil cestas básicas, 3 mil cestas digitais no valor de 240,00 reais, 7.500 mil dúzias de ovos, 150 mil frascos de álcool 70%, brinquedos e 1.500 pares de calçados, entre outros. " A Central Única das Favelas na Bahia vem realizando ações desde março de 2020, realizando trabalho em rede, conseguindo atingir 42 municípios, tendo assistido mais de 186 favelas, beneficiando mais de 232 mil pessoas", afirmou o petista.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da ALBA informa que, além das cestas básicas, foram doadas mais 168 mil unidades de máscaras, 14 mil cartões alimentação, 3.538 botijões de gás de cozinha, 9 mil aves de frango, viagens de Uber no valor de até 60,00 (proporcionando viagens para idosos se vacinarem), 12 mil chips da operadora Alô Social, com 6 meses de gratuidade de internet, WhatsApp, ligações e SMS. Com crescimento da segunda onda da pandemia, o número de doações diminuiu, reflexo da reabertura das atividades comerciais, assim impactando na mesa das pessoas menos favorecidas. Pensando nisso, acrescenta o legislador, em  2021 foi iniciado o projeto "Mães Empreendedoras – Favela, Potência e Transformação Social".

O deputado explica que este projeto tem o objetivo de promover a emancipação das mães da favela, através de cursos de qualificação profissional e geração de renda. Com esta iniciativa, a entidade conseguiu atingir 39 municípios baianos. “Por tudo aqui exposto, quero aplaudir a atuação do Sr. Márcio Lima dos Santos à frente da Central Única das Favelas-BA”, encerrou Jacó Lula da Silva.



Compartilhar: