MÍDIA CENTER

Colegiado de Meio Ambiente discute em Ilhéus a Revitalização do Rio Cachoeira

Publicado em: 09/10/2021 05:32
Editoria: Notícia

Evento conduzido por José de Arimateia, foi proposto por Jurailton Santos
Foto: ASCOM/ALBA

A Revitalização do Rio Cachoeira foi tema de audiência pública realizada pela Comissão de Meio Ambiente Seca e Recursos Hídricos, nesta sexta-feira (8), na Câmara Municipal de Ilhéus. Proposta pelo deputado Jurailton Santos (Republicanos), o evento foi presidido presencialmente pelo chefe do colegiado, deputado José de Arimateia (Republicanos).

“Eu cheguei em Ilhéus em 1997. Desde aquela época, nós ouvimos falar da situação do Rio Cachoeira. Na verdade, os problemas do Cachoeira vêm se alastrando há muitos anos”, declarou Arimateia na abertura da audiência. Ele disse que é preciso união para mobilizar esforços, reunindo órgãos e representantes políticos de todos os 17 municípios da bacia para apresentar um projeto ao Governo Federal. Segundo ele, há recursos para realizar o projeto, mas é preciso que ele seja apresentado deixando de lado divergências políticas.

O deputado Jurailton Santos afirmou que o Rio Cachoeira pede socorro. “Apesar de sua relevância, ele vem sofrendo com a poluição ao longo do seu curso. Grande parte de sua vegetação florestal tem sido devastada nos últimos anos, além da erosão sobre os terrenos inclinados e o assoreamento em vários pontos do leito dos rios. Não podemos permitir que um rio tão importante para toda a região deixe de existir”, declarou o parlamentar. Ele chamou a atenção de todos os presentes na audiência pública para que, juntos, possam buscar medidas que sejam executadas para a preservação da bacia. “A pedido de toda a população e toda a sociedade ribeirinha que dependem do Rio Cachoeira, pois é de lá que retiram o sustento para as suas famílias, apresentei o debate à Comissão de Meio Ambiente e ao meu amigo e presidente da Comissão, José de Arimateia, que abraçou essa causa. Então, desde já, agradeço o apoio e parceria de todos vocês que estão nesta audiência pública, porque se estão aqui nesta tarde é porque também querem abraçar essa causa em favor do Rio Cachoeira. Chega de propostas, o povo de Ilhéus, Itabuna e região querem a Revitalização do Rio Cachoeira, e eu estarei atento, buscando e cobrando dos órgãos competentes uma solução. Vamos salvar o Rio Cachoeira!”, disse.

Assim como a diretora-presidente do Instituto Nossa Ilhéus, Socorro Mendonça, o secretário do Meio Ambiente de Ilhéus, José Vitor Pessoa, afirmou que já há um projeto para a revitalização e ressaltou que o que falta realmente é a liberação de recursos para que as ações sejam iniciadas. Ele apresentou um estudo que prevê um gasto de R$ 129 milhões para a revitalização da bacia do Cachoeira. Estão previstas, entre outras, a recuperação das matas ciliares, a promoção de sistemas agroflorestais sustentáveis, preservação dos recursos hídricos (nascentes), o melhoramento da qualidade das águas superficiais, execução de planos de saneamento básico nos municípios ribeirinhos e melhoramento da gestão da bacia.

O projeto foi entregue ao presidente da Comissão de Meio Ambiente, que prometeu apresentá-lo aos governos estadual e federal. Um relatório também foi gerado na audiência e, segundo José de Arimateia, será apresentado aos deputados do Colegiado. Depois de aprovado, o relatório será encaminhado às câmaras de vereadores. Durante a audiência, também foi proposta a criação de comissões sobre o tema nas câmaras de vereadores das 17 cidades e criação de um consórcio intermunicipal para a revitalização do Rio Cachoeira.

Além dos citados, participaram do evento o vereador de Ilhéus Ivo Evangelista, que fez a solicitação ao deputado Jurailton Santos para que propusesse a audiência pública, o presidente da colônia de pesca Z34, Reinaldo Oliveira, a professora Valerie Nicollier, da Universidade Federal do Sul da Bahia, e Eduardo Topázio, representando a Secretaria estadual do Meio Ambiente (Sema).



Compartilhar: