Quinta-feira , 30 de Junho de 2022

MÍDIA CENTER

Comissão programa duas audiências

Publicado em: 10/08/2005 11:50
Editoria: Diário Oficial

Colegiado de Agricultura: Roberto Carlos, Jusmari e Rodrigues durante a sessão de ontem
Foto: null

A Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembléia Legislativa, presidida pela deputada Jusmari Oliveira (PFL), aprovou, na manhã de ontem, a realização de duas audiências públicas. A primeira será em Salvador e tratará da desapropriação de terras. A outra deverá ocorrer no município de Juazeiro para debater a questão dos pequenos produtores.

Jusmari informou que a discussão sobre a questão da desapropriação da Fazenda Buriti, no município de Mata da Feira, foi solicitada pelo presidente da Associação dos Amigos dos Sem-Terra daquele município, Jesuíno Martins Firmo. De acordo com informações da parlamentar, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) já havia analisado o terreno, classificando-o como improdutivo. "Acontece que o proprietário recorreu à Justiça e um perito afirmou que a terra era produtiva, o que não corresponde à realidade", destacou.

É exatamente para buscar esclarecer qual a real situação da fazenda que o colegiado vai realizar a audiência pública. Serão convidados para participar dos debates representantes do Incra, da Justiça, o prefeito municipal Ednom Rodrigues e o proprietário do terreno.

Outra questão "extremamente importante" que será discutida pela comissão será a situação dos pequenos produtores da região de Juazeiro. Por iniciativa do deputado Roberto Carlos (PDT), um dos representantes da região na Assembléia, os integrantes do colegiado irão verificar in loco o quadro que, segundo o pedetista, "é muito grave". "Os agricultores endividados estão sendo obrigados a se desfazer de suas posses para pagar suas dívidas. É um quadro triste e esta comissão vai lá para buscar formas de ajudar estes trabalhadores que estão ficando sem seu principal bem", observou Roberto Carlos.

TRATORAÇO

Na reunião de ontem, os integrantes da comissão aproveitaram para fazer um balanço do "Tratoraço", movimento dos produtores rurais que há mais de um mês tem dado "um alerta do campo" na capital federal. Jusmari Oliveira informou que, na terça-feira da semana passada, esteve reunida com o ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, para tratar das promessas feitas pelo governo. "As poucas coisas que o governo prometeu não se concretizaram, mas não vamos desistir de nossa luta, que é uma luta justa", destacou. Ela disse, inclusive, que os produtores rurais estão contactando os seus representantes no Congresso Nacional para conseguir o compromisso de só desobstruir a pauta depois que as reivindicações forem atendidas.

Ao lembrar o início do movimento, Jusmari fica emocionada. "Ao recordar nossas batalhas, chego a ficar até arrepiada, de lembrar como a categoria foi conquistando confiança para lutar por melhores condições", avaliou, acrescentando que tudo começou com o apoio dos deputados estaduais baianos em uma audiência pública realizada em Luís Eduardo Magalhães. "Ressalte-se que, neste movimento, a caravana do oeste foi a maior e mais organizada", destacou.



Compartilhar: