Terça-feira , 25 de Janeiro de 2022

MÍDIA CENTER

Rosemberg Pinto lamenta a morte do babalorixá Taata Anselmo

Publicado em: 30/11/2021 17:28
Editoria: Notícia

Deputado Rosemberg Lula Pinto (PT)
Foto: AscomALBA/AgênciaALBA
O deputado Rosemberg Lula Pinto (PT) lamentou a morte de Anselmo José da Gama, o babalorixá Taata Anselmo, líder religioso do Terreiro do Mokambo. “A família do Ngunzo za Nkisi Dandalunda ye Kitembo – Terreiro do Mokambo e o povo do Candomblé da Bahia, perderam um grande filho e um exemplo a ser seguido”, afirmou o parlamentar, na moção de pesar apresentada na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA).


De acordo com Rosemberg, Taata Anselmo vivia entre a responsabilidade de comandar o Terreiro do Mokambo e a sua vida acadêmica. Ele era bacharel no curso de Secretariado Executivo da Universidade Católica do Salvador, mestre em Educação e concluía o doutorado em Estudos Multidisciplinares na Universidade do Estado da Bahia (Uneb).


“Um brilhante palestrante da Rede Nacional de Saúde dos Povos de Terreiro e da Rede Baobá, tinha um compromisso em defesa das religiões de matriz africana e uma luta incansável contra a intolerância religiosa”, contou o deputado petista. “Taata Anselmo foi um grande líder que deixou um legado inesquecível por meio de suas realizações, palestras, encontros em defesa do povo de santo e na construção de um diálogo inter-religioso e de respeito entre as religiões”.


Segundo Rosemberg, o Terreiro Mokambo abriga o espaço museológico Memorial Kisimbiê – Águas do Saber, premiado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como espaço de visibilidade e manutenção da Tradição Bantu no Brasil.


Em 2018, acrescentou ele, foi lançado o documentário "MOKAMBO: Nguzu Malunda Bantu", que retrata a influência da cultura Bantu na construção da identidade do povo brasileiro.


“É com imenso pesar que me dirijo à família Ngunzo za Nkisi Dandalunda ye Kitembo – Terreiro do MoKambo, o povo de do Candomblé da Bahia e em particular a sua família para manifestar-lhes a minha solidariedade em nome do povo da Bahia pelo falecimento de Taata Anselmo”, concluiu Rosemberg, no documento.



Compartilhar: