Segunda-feira , 23 de Maio de 2022

MÍDIA CENTER

Talita defende isenção de impostos estaduais sobre os eletrodomésticos

Publicado em: 27/12/2021 17:46
Editoria: Notícia

Deputada Talita Oliveira (PSL)
Foto: AscomALBA/AgênciaALBA
A deputada Talita Oliveira (PSL) quer que o governador Rui Costa conceda isenção ou redução dos impostos estaduais sobre eletrodomésticos e móveis por, no mínimo, 6 meses, “em decorrência das perdas destes produtos ocasionadas pelas fortes chuvas”. Ao justificar a indicação, ela argumentou que “mais de 100 municípios” estão em estado de calamidade na Bahia, e a população que foi atingida duramente por alagamentos, enchentes e deslizamentos de terra perdeu “tudo o que tinha em suas casas, a exemplo de geladeira, fogão, televisão, cama, guarda roupa dentre outros eletrodomésticos e bens móveis, comprados com o sacrifício de toda uma vida”.



Para Talita, é de grande importância a ajuda dos governos federal, estadual, prefeituras, militares e voluntários “que estão fazendo o possível” para amenizar a situação dos que foram afetados, “com envio de verbas, oferecimento de linhas de crédito, desobstrução de estradas, ponte e acessos, doações de água, alimentos não perecíveis, material de limpeza, higiene pessoal, roupas, liberação de FGTS dentre outras ações já implantadas e futuras”.



Contudo, pontuou, é imprescindível que a população readquira os bens “que tanto lutou para conseguir e viu ser levados pelas águas das chuvas ou ficar submersos, não tendo mais serventia”. Estes destroços, relatou, formam “verdadeiros amontoados de entulhos nos locais que foram alagados, os quais visitei, visualizei e percebi a gravidade da situação, pois se assemelhavam a campos de guerra”. Ela também ouviu “vários relatos das pessoas informando que não sabem por onde recomeçar”.



Talita Oliveira acredita que a isenção ou, então, redução dos impostos “irá dar esperança para o nosso povo” e um alento para que readquiram seus eletrodomésticos e bens móveis perdidos “de forma mais barata e, junto com isto, voltem a sonhar com dias melhores”.


Compartilhar: