Segunda-feira , 23 de Maio de 2022

MÍDIA CENTER

Jurandy lamenta morte da delegada Emília Blanco

Publicado em: 11/01/2022 07:18
Editoria: Notícia

Deputado Jurandy Oliveira (PP)
Foto: Arquivo/ASCOM

O deputado Jurandy Oliveira (PP) lamentou o falecimento da coordenadora da Central de Flagrantes da Polícia Civil da Bahia, Emília Margarida Blanco de Oliveira, ocorrido no dia 30 de dezembro de 2021. A delegada era casada, tinha três filhos e seis netos. Na moção de pesar que protocolou na Assembleia Legislativa, Jurandy pontuou que, nas redes sociais, amigos, familiares, autoridades e conhecidos lamentaram o acontecimento, reforçando a importância do trabalho “dessa grande profissional, que laborava com muito afinco e dedicação”.

Emília Oliveira iniciou carreira na Polícia Civil em 1986, na Delegacia de Furtos e Roubos. Passou pela 6ª Delegacia Territorial (DT/Brotas), pela 12ª DT (Itapuã), pela 3ª DT (Bonfim). Também foi titular da Divisão de Controle de Hospedagem e Diversões Pública (DCHDP) e da Delegacia de Homicídios. Coordenou o Centro de Documentação e Estatística (Cedep), foi Chefe de Gabinete da Secretaria da Segurança Pública e Delegada-Geral Adjunta da Polícia Civil. Assumiu, ainda, a direção do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio e, em 2018, passou a coordenar a Central de Flagrantes, onde permanecia.

A delegada foi homenageada na Câmara Municipal de Salvador, em 1990, pelo trabalho realizado como titular da DT de Brotas. Integrou o Conselho Deliberativo do Programa de Assistência às Vítimas e foi agraciada com a Medalha do Magistério Policial em 2009, pela Secretaria da Segurança Pública. No documento legislativo, Jurandy registrou seus pêsames “por essa perda irreparável”, e desejou aos familiares e amigos o conforto necessário neste momento. “É inevitável, ao nos despedirmos dessa grande mulher, ter o coração repleto de gratidão por suas ações em prol da sociedade, ficando a esperança de que sua dedicação, legado e valores inspirem as demais gerações”, concluiu.



Compartilhar: