Segunda-feira , 23 de Maio de 2022

MÍDIA CENTER

Assembleia reverencia memória da ex-deputada Kelly Magalhães

Publicado em: 24/01/2022 19:22
Editoria: Notícia

Adolfo Menezes decretou luto oficial por três dias na Casa e lamentou o precoce falecimento da comunista
Foto: AscomALBA/AgênciaALBA
Em reverência à memória da ex-deputada Kelly Magalhães, 53, que teve o corpo velado neste dia 24 de janeiro, na Câmara Municipal de sua cidade natal, Barreiras, o presidente Adolfo Menezes decretou luto oficial na Assembleia Legislativa por três dias e lamentou o tão precoce falecimento da ex-colega de Parlamento. Ele se solidarizou com os familiares e amigos, rogando a Deus que os conforte nesse duro momento de dor e separação – em especial ao esposo da ex-parlamentar, Jorge Correia, e aos filhos, Maria Eduarda e Felipe Augusto.



Com a bandeira da Bahia hasteada a meio mastro, o Legislativo do Estado teve um dia triste com funcionários e parlamentares surpreendidos pelo precoce falecimento da ex-deputada, muito estimada pelo temperamento alegre, agregador e humano, sempre pronta para ajudar o outro. Funcionando em regime de rodízio por conta do combate à Covid-19, a Assembleia receberá também moções de pesar e luto já antecipadas por parlamentares.



Formada em Letras Vernáculas pela Universidade do Estado da Bahia, ela militou no movimento estudantil no campus IX da Uneb em Barreiras, e no movimento sindical, pois também trabalhou como comerciária. Ingressou na política partidária como vereadora em Barreiras (foi presidente da Câmara Municipal duas vezes), concorrendo pelo PC do B nas eleições de 2010, quando se elegeu deputada estadual.
Como parlamentar, foi presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público; e titular das comissões de Direitos da Mulher, Especial da Promoção da Igualdade, Especial da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos, Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público, CPI Tráfico de Pessoas. Atuou ainda como vice-líder da bancada da Maioria na ALBA durante o ano de 2014.



Política com importante atuação na Região Oeste, com destaque para a sua terra, Barreiras, ela jamais abandonou a militância apesar da luta que manteve com um câncer nos últimos anos. A professora e líder sindical passou os últimos dias internada em um hospital de Salvador onde veio a falecer, sendo o seu corpo transladado para a sua terra natal, onde será sepultada.


REPERCUSSÃO



A Câmara Municipal de Barreiras e a prefeitura da cidade emitiram notas oficiais de pesar. A Câmara decretou luto oficial de três dias e o presidente, vereador Otoniel Nascimento Teixeira, destacou a sua atuação no Legislativo da cidade e a valentia com que ela encarou toda a vida. 



Já o prefeito Zito, destacou que ela sempre foi uma mulher aguerrida e comprometida com as questões sociais: “Kelly deu importante contribuição para a vida pública de Barreiras, do Oeste e da Bahia, a coragem e oratória marcaram sua trajetória de militância social e política”.



O Comitê Estadual do PC do B, partido em que ela militou, emitiu uma nota oficial de pesar, destacando a sua determinação e compromisso com os desfavorecidos e com a democracia: “A morte de Kelly Magalhães é uma grande perda para os democratas e todos que lutam por uma sociedade mais justa e fraterna”, registrou a nota assinada pelo presidente da legenda na Bahia, Davidson Magalhães.



Compartilhar: