Segunda-feira , 23 de Maio de 2022

MÍDIA CENTER

Presidente da ALBA prestigia encontro nacional de magistrados

Publicado em: 12/05/2022 23:32
Editoria: Notícia

Para Adolfo Menezes, o congresso tem sua importância destacada por discutir a manutenção dos pilares da democracia.
Foto: AscomALBA/AgênciaALBA
O deputado Adolfo Menezes, presidente da ALBA, marcou presença na cerimônia de abertura do XXIV Congresso Brasileiro de Magistrados, ao lado de autoridades do município de Salvador, do Executivo estadual, e do Judiciário em geral. O evento, de âmbito nacional, é considerado o mais tradicional evento da magistratura brasileira e ocorre a cada três anos. O objetivo é a promoção de debates para o aprimoramento do Judiciário brasileiro, além de contribuir para o fomento das ações institucionais e permitir o intercâmbio entre os diversos ramos da magistratura brasileira.



O presidente do Parlamento baiano destacou que essa é a segunda vez que a Bahia sedia o congresso. O primeiro foi em 2003. “É com muita satisfação que recebemos esse evento novamente. Graças a Deus, estamos voltando a ter atos como este depois de um período de dois anos de restrição devido à pandemia”, contextualizou.



Para Adolfo Menezes, o congresso tem sua importância destacada por discutir a manutenção dos pilares da democracia. “Infelizmente, apesar de tantos assuntos importantes na Bahia e no Brasil, a gente tem que estar aqui, em pleno Século XXI, reafirmando o valor da democracia para o nosso país e para o mundo. Ainda bem que a maior parte dos brasileiros e da Justiça estão ao lado da democracia, e isso não poderia ser diferente”, frisou.



A defesa dos pilares do regime democrático foi um dos assuntos tratados pelo ministro Luiz Fux em sua palestra. Segundo o jurista, o magistrado tem papel preponderante nessa mobilização. “Em uma democracia, é mister a presença de juiz. Não há democracia sem juízes, não há paz. Diuturnamente, defendemos os direitos fundamentais. Por isso, eu clamo: juízes, tenhamos consciência da importância da nossa função”.



Em entrevista a jornalistas ao fim do encontro, o presidente da ALBA ressaltou o papel do Legislativo na parceria com o Judiciário baiano e lembrou que no último dia 11 o plenário aprovou o reajuste salarial de 4% para os servidores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). “Eu aproveito aqui para agradecer a todos os 62 colegas, que não têm faltado a Bahia, não têm faltado à Justiça. A Assembleia Legislativa sempre esteve à disposição, e estará, para aprovar todos os projetos que venham beneficiar ao nosso Judiciário, assim como todos os outros poderes”, disse.



O evento de abertura do congresso teve a presença de autoridades como o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco; ministro do STF Dias Toffoli; presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins; presidente do Superior Tribunal Militar (STM), Luiz Carlos Gomes Mattos; o governador da Bahia, Rui Costa; presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador Nilson Soares Castelo Branco; senadora Daniella Ribeiro; senador Angelo Coronel; ministro do STJ Luis Felipe Salomão; prefeito de Salvador, Bruno Reis; corregedor-geral do TJ-BA, José Edivaldo Rocha Rotondano; Fausto de Andrade Ribeiro, presidente do Banco do Brasil; presidente da Associação dos Magistrados da Bahia, Nartir Dantas Weber; e o juiz Fred Pitta Lima, integrante da comissão organizadora do congresso de magistrados.



Compartilhar: