Quinta-feira , 30 de Junho de 2022

MÍDIA CENTER

Hilton Coelho propõe Comenda 2 de Julho a advogado Samuel Vida

Publicado em: 20/06/2022 20:30
Editoria: Notícia

Deputado Hilton Coelho (Psol)
Foto: Arquivo/ASCOM
O deputado Hilton Coelho (Psol) apresentou projeto de resolução para que a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) conceda a Comenda 2 de Julho ao advogado e professor de Direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Samuel Santana Vida. A honraria, dispõe a proposta do parlamentar, seria entregue em sessão especial na Casa, em data a ser estabelecida previamente pela Mesa Diretora.

Em sua justificativa, o deputado faz questão de iniciar a descrição do homenageado como Ogã de Xangô do Terreiro do Cobre, remontando também sua linhagem até figurar como “bisneto de Manuel Vida, africano bantu, escravizado ilegalmente, após a ‘Lei pra inglês ver’, de 1831; e bisneto de Maria Rita, mulher indígena sequestrada de seu povo no sertão da Bahia e integrada à força na condição análoga à escravidão”. A abertura – com citação de antepassados e descendentes – faz jus à trajetória do pai de Samuel Luango Sanches Vida, Pedro Gil Aguiar Vida e Amir Licutan Aguiar Vida, e do avô de Niara Luango Damasceno Vida.

Natural de Senhor do Bonfim, Samuel Vida migrou para Salvador ainda pequeno e, durante a infância, morou nos bairros da Liberdade, Uruguai e Pau da Lima, registrou o psolista: “Durante o período de estudante secundarista no Maciel-Pelourinho, manteve os primeiros contatos com o Movimento Negro, através do Olodum. Em seguida, no início da militância comunitária, estabeleceu contato com o Grupo Negro Palmares de Novo e com o Bloco Afro Malê, do qual se originou o Núcleo Cultural Níger Okan, entidade na qual militou por longo período”.

Hilton Coelho dedica parte do texto para traçar a trajetória do professor no Movimento Negro e na luta contra o racismo e intolerância religiosa, na coordenação e participação em conferências locais e internacionais sobre a temática e, sobretudo, a sua contribuição para as primeiras propostas de ações afirmativas, como na elaboração do Estatuto da Igualdade Racial federal, na condição de consultor da Câmara dos Deputados, e na formulação da proposta original do projeto de lei do Estatuto Estadual da Igualdade e Combate à Intolerância Religiosa, protocolado na ALBA em 2005, através de parceria com o então deputado estadual Valmir Assunção, do PT.

Samuel Vida, completa o deputado, também formulou as diretrizes para a elaboração do Estatuto da Igualdade Racial da capital baiana, na condição de consultor da Secretaria Municipal de Reparação, na gestão do então secretário Gilmar Santiago em 2006. “Especialista em Direito e Cidadania pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), é mestre em Direito, Estado e Constituição, pela Universidade de Brasília (UnB), onde encontra-se finalizando o Doutorado em Direito, Estado e Constituição. Atualmente é secretário-executivo do Afro Gabinete de Articulação Institucional e Jurídica e integrante do Coletivo de Advocacia Negra Esperança Garcia - Luiz Gama”, anotou Hilton Coelho.





Compartilhar: