Quarta-feira , 29 de Junho de 2022

HOMENAGEADO

COMENDA DOIS DE JULHO

CARLOS AMÉRICO MORAES MACHADO

Legislatura: 18 - 2015/2019
Parlamentar: Não
Forma de entrega: Presencial
Pessoa de recebimento: Carlos Américo Moraes Machado
Data da sessão: 16/04/2015
PROPONENTE(S) DA HOMENAGEM
MARCELINO ANTONIO MARTINS GALO

DADOS DA BIOGRAFIA*

Nome: Carlos Américo Moraes Machado
Profissão: Bailarino e Coreógrafo
Nascimento: 09/11/1935, Caçapava, Rio Grande do Sul
Falecimento: 03/07/2015
Sexo: Masculino
Personalidade Política: Não
FORMAÇÃO EDUCACIONAL Iniciou seus estudos de dança em 1957 com Tony Setz Petzhol, expoente da escola alemã. Estudou Música, Direito e Teatro na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em 1981 entrou para o Corpo de Baile do Teatro Municipal do Rio de Janeiro como bailarino a ser seu Maitre de Ballet, 1977. Estudou com Marina Fedossejeva, Eugênia Feodorova e Tatiana Leskova, os legados da escola russa de Agripina Yakovlena Vaganova e Olga Preobrajenskaya, e de Maitres como Harald Lander e técnica de Auguste Bournonville. Com William Dollar e Arthur Mitchel estudou as técnicas de Balanchine. Na sua trajetória aprendeu com grandes mestres as técnicas modernas de Graham, Limon, Kurt Joos, de Jazz de Matt Mattox e Luigi e com Mercedes Batista estudou as técnicas da dança afro.
ATIVIDADE PROFISSIONAL Em 1971 veio para Bahia dar aulas de dança, e assumiu a direção do Ballet Brasileiro da Bahia. Por uma década viajou com essa Companhia pelo Brasil e exterior. Foi coreógrafo das emissoras de TV Excelsor, 1963, Globo, 1965 e Tupi, 1970; do Grupo Vivabahia, 1971, Ballet do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, 1977; Ballet Cisne Negro, 1986. Foi Maítre convidado do Balé da Cidade de São Paulo, 1979-1986 e coreógrafo da orquestra Afro-baiana. Realizou diversas montagens e remontagens de Ballets Clássicos de repertórios, ballets tradicionais e criou inúmeras coreografias para escolas de dança de Salvador e também outras cidades. Partifcipou da fundação do Balé do Teatro Castro Alves, onde foi o primeiro Maítre de Ballet, 1981, tendo sido coreógrafo, 1982 e 1985, e diretor artístico, 1986 e 1987. Pertenceu ao conselho Consultivo do Festival de Dança de Joinville, Santa Catarina, 2002 e 2003. diretor do Advanced Ballet, onde da aulas com a presença de profissionais de diversas companhias da cidade e do Brasil e coreógrafo da orquestra Popular da Bahia e Diretor Artístico da Cia. Ilimitada de Dança, criada pela Fundação Cultural do Estado da Bahia - FUNCEB, 2004.
CONDECORAÇÕES Medalha de Honra ao Mérito, governo do Estado da Bahia, 1988.
INFORMAÇÕES ADICIONAIS: Resolução nº 1.648/2015 publicado em 19/03/2015 .
* As informações dos perfis biográficos dos homenageados são atualizadas até a data de entrega da Condecoração

Compartilhar: